Surfistas do Brasil conhecem adversários na 1ª rodada de Paris 2024

Surfistas brasileiros conhecem rivais nas Olimpíadas de Paris

Os seis surfistas brasileiros com presença garantida na Olimpíada de Paris conheceram nesta quarta-feira (29) seus primeiros adversários na competição. As disputas ocorrerão entre 27 de julho e 5 de agosto, nas praias de Teahupo’o (Taiti), banhadas pelo Oceano Pacífico.

Formato da competição

De acordo com Associação Internacional de Surfe (ISA, na sigla em inglês), 24 atletas de cada gênero serão divididos em oito baterias, cada uma com três atletas. O melhor em cada bateria avançará direto às oitavas de final, e os dois surfistas restantes disputarão uma segunda rodada (similar a repescagem).

Rivais dos brasileiros

Na disputa masculina, o bicampeão mundial Filipe Toledo, o Filipinho, disputará a bateria três, junto com o japonês Kanoa Igarashi, vice-campeão olímpico em Tóquio, e também o peruano Alonso Correa. Na bateria seguinte, o tricampeão Gabriel Medina medirá forças com o australiano Connor O’Leary e salvadorenho Bryan Perez. Já João Chianca, o Chumbinho, estreará na bateria cinco, junto com o marroquino Ramzi Boukhiam e o neozelandês Billy Stairmand.

Na competição feminina, o Brasil terá duas representantes na bateria seis – Tainá Hinckel e Luana Silva – junto com a alemã Camila Kemp. Antes, Tatiana Weston-Webb estreará na bateria quatro, que tem a australiana Molly Piklum e a norte-americana Caitlin Simmers.

Brasil em busca de mais conquistas

Após a conquista do ouro olímpico pelo potiguar Ítalo Ferreira na estreia do surfe nos Jogos de Tóquio, o Brasil chegará com força total em Paris, com o número máximo de representantes (três por gênero).

Já segue o macuxi nas redes sociais? Acompanhe todas as notícias em nosso Instagram, Twitter, Facebook, Telegram e também no Tiktok