Promotoria acusa Trump de tentar destruir democracia dos EUA

Procuradores afirmam que Trump trabalhou para subverter a democracia

Alegações finais do julgamento em Nova York

Os procuradores do julgamento de Donald Trump sobre pagamentos secretos, em Nova York, declararam nesta terça-feira que o ex-presidente e seus cúmplices trabalharam para o que classificaram como um “esforço para subverter a democracia”. Na parte de fora do tribunal, apoiadores e opositores de Trump trocaram insultos, incluindo o ator Robert De Niro, que discutiu com seguidores do ex-presidente.

Primeiro julgamento criminal de um ex-presidente americano

O julgamento criminal de Donald Trump entrou em sua fase final após 20 dias de tramitação. Trump é acusado de falsificar registros contábeis para encobrir um pagamento feito à ex-atriz pornô Stormy Daniels, visando evitar que ela tornasse público um caso extraconjugal com ele durante sua campanha à Casa Branca em 2016. Os procuradores alegam que Trump trabalhou com seu ex-advogado Michael Cohen e um ex-editor de tablóide para influenciar ilegalmente as eleições presidenciais de 2016, escondendo informações dos eleitores.

Acusação de subversão da democracia

Segundo os procuradores, a conspiração resultou em uma das contribuições mais significativas para a campanha de Trump em 2016. O assistente do promotor, Joshua Steinglass, classificou o esforço como uma “subversão da democracia”, alegando que o esquema pode ter sido determinante para a eleição de Trump.

Deliberações do júri

Após as deliberações, o júri terá que decidir se Trump é culpado ou inocente. Caso não cheguem a um consenso, o julgamento terá que ser realizado novamente. A defesa de Trump, representada pelo advogado Todd Blanche, argumentou que os procuradores não conseguiram provar a tese de conspiração. Blanche afirmou que os promotores construíram todo o caso em torno de Michael Cohen, a quem se referiu como “o maior mentiroso de todos os tempos”.

Defesa de Trump e riscos eleitorais

Trump alega inocência e se apresenta como vítima de uma perseguição política. Pesquisas indicam que o julgamento envolve um risco eleitoral para ele, com parte de seus apoiadores reconsiderando o apoio caso seja condenado. Uma pesquisa da ABC News e Ipsos mostrou que uma parcela significativa dos americanos consideram as acusações contra Trump como relevantes.

Já segue o macuxi nas redes sociais? Acompanhe todas as notícias em nosso Instagram, Twitter, Facebook, Telegram e também no Tiktok